sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Carta PSICOGRAFADA de ANDRÉ, jovem DESENCARNADO na BOATE KISS !



PSICOGRAFADA POR ÂNGELA HENRIQUES

Mãe querida, em primeiro lugar, peço-te, que te acalmes,
acalmes estes pensamentos, acredites nestas linhas.
Sou eu o André, o teu André.

Não penses que sofri ou estou sofrendo, e muito menos
descansando eternamente.

Mãe, ainda não sei como cheguei por estas paragens, mas
me lembro da fumaça, da correria, do cheiro de queimado,
foi daí que tropecei e cai esborachado aqui... Embora
ainda sujo, os olhos ardendo, percebi os meus amigos ali
juntos e todos eles bem assustados como eu, mas que de
alguma forma, estávamos inteiros.Precisando de cuidados
médicos, mas vivos. Daí começaram a nos explicar
cuidadosamente o ocorrido, enquanto éramos tratados.
Estavam comigo e ainda estão, o Pardal, A Neca, o Silvio,
o Pedro, a Carol, Suzie, Roger, Pablito e outros que não
consigo dizer os nomes. Por enquanto estamos bem
ajeitados e nos adaptando a esta nova condição de meio
mortos , hahahaha...

A vida continua rotineira e tranquila dentro das
possibilidades, todos os dias, vamos ás alas hospitalares
e damos boas vindas aos demais vitimados naquele
incidente horrivel. Passou para nós, ficou para trás,
apenas nos lembramos, nada mais

Qualquer dia destes ,aceitarei a oferta de ir novamente a
uma festa. Soube que são muito animadas por aqui, mas
ainda é cedo para encarar...
Por aqui, é tudo bem parecido com a vida de antes, estou
louco para voltar aos estudos, mas ainda não tenho
acesso
ás matérias, e ainda não sei no que trabalharei, mas já
soube que serei remunerado. Corre solto que aqui também
podemos paquerar! Há tanta coisa boa a me esperar, que
mal me seguro para começar logo, mas vejo que terei que
ir na massa!
Pegar solto.

Suas orações, mãe chegam direto no meu coração
Sinto saudades, também , sabias?
Sinto falta de todos, até do cheiro do capim molhado
Mas não há como voltar, então o melhor é se apresentar a
esta nova vida, e ir em frente

E estas benditas lágrimas nas tuas faces, que enxugo
neste momento com sonoros beijos e um sorriso maroto.

Mande abraços de saudades aos meus amigos e
amigas.Diga a eles, coragem. A vida não morre! Nem por
fogo ou água. A vida é viva. Quem me conhece, sabe que
não sou de dobrar diante de nada, e esta tal morte,
também não me dobrou. Continuo o mesmo guru.

Amo todos, e quando me for permitido, de novo aqui
estarei neste noticiário diferente, mas muito legal.
Beijo familia... beijo mamãe.
André

* jovem desencarnado na Boate Kiss.

(Psicografia / Angela M. Henriques - 02/10/2013)
Fonte: Compreender e Evoluir
— com Maria Luisa Pinto, Alessandra De Paula Z, Tania Feidman e outras 25 pessoas.

http://www.espiritbook.com.br/profiles/blog/show?id=6387740%3ABlogPost%3A2396511&xgs=1&xg_source=msg_share_post

Sem comentários:

Enviar um comentário