sábado, 3 de janeiro de 2015

Sinais (André Luiz)



A sua conversação dirá as  directrizes que você escolheu na vida.

Suas decisões, nas horas graves, identificam a posição real de seu espírito.

Seus gestos, na luta comum, falam de seu clima interior.

Seus impulsos definem a zona mental em que você prefere movimentar-se.

Seus pensamentos revelam suas companhias espirituais.

Suas leituras definem os seus sentimentos.

Seu trato pessoal com os outros esclarece até que ponto você tem progredido.

Suas solicitações lançam luz sobre os seus objetivos.

Suas opiniões revelam o verdadeiro lugar que você ocupa no mundo.

Seus dias são marcas no caminho evolutivo.

Não se esqueça de que compactas assembleias de companheiros encarnados e desencarnados conhecem-lhe a personalidade e seguem-lhe a trajectória pelos sinais que você está fazendo.

Fonte: http://www.espiritbook.com.br/profiles/blog/show?id=6387740%3ABlogPost%3A1988721&xgs=1&xg_source=msg_share_post

Vencerás (Emmanuel)



Não desanimes.
Persiste mais um tanto.
Não cultives o pessimismo.
Centraliza-te no bem a fazer.
Esquece as sugestões do medo destrutivo.
Segue adiante, mesmo varando a sombra dos próprios erros.
Avança ainda que seja por entre lágrimas.
Trabalha constantemente.
Edifica sempre.
Não consintas que o gelo do desencanto te entorpeça o coração.
Não te impressiones nas dificuldades.
Convence-te que a vitória espiritual é construção para o dia-a-dia.
Não desistas da paciência.
Não creias em realizações sem esforço.
Silêncio para a injúria.
Olvido para o mal.
Perdão às ofensas.
Recorda que os agressores são doentes.
Não permitas que os irmãos desequilibrados te destruam o trabalho ou te apaguem a esperança.
Não menosprezes o dever que a consciência te impõe.
Se te enganaste em algum trecho do caminho, reajusta a própria visão e procura o rumo certo.
Não conte vantagens nem fracassos.
Não dramatizes provocações ou problemas.
Conserva o hábito da oração para quem se te faz a luz na vida íntima.
Resguarda-te em Deus e persevera no trabalho que Deus te confiou.
Ama sempre, fazendo pelos outros o melhor que possas realizar.
Age auxiliando.
Serve sem apego.
E assim vencerás.

Fonte: 

Petições a Jesus - Chico Xavier


Senhor!
Perante os que se vão
Sob nuvens de pó e rajadas de vento, 
Dá-me o dom de sentir
No próprio coração
A chaga e o sofrimento
Que carregam consigo
Por fardos de aflição...
Faze, Divino Amigo, 
Ante a dor que os invade, 
Que eu lhes seja migalha de conforto
Na travessia da necessidade.

Agradeço-te os olhos que me destes,
Espelhos claros com que me permites
Fitar fontes e flores
Ante o céu sem limites...
Mas rogo-te, Senhor, 
Ajuda-me a estender a luz em que me elevas
Cooperando contigo, embora humildemente,
No socorro constante aos que jazem das trevas.

Rendo-te graças pela minha voz
Que te pode louvar
E engrandecer-te sem qualquer barreira
De inibição, de forma, de lugar...
Entretanto, Jesus, aspiro a estar contigo,
Em sigela tarefa que me dês
No apostolado com que recuperas
Nossos irmãos atados à mudez.

Agradeço os ouvidos
Em que o discernimento se me apura
Ao escutar o verbo e a música da vida
Na ascensão à cultura.
Consente-me, porém, o privilégio
De repartir o amor com que me assistes
Revigorando a quantos se fizerem 
Retardados ou tristes.

Agradeço-te as mãos que me cedestes
Para dar-me ao trabalho que te peço
Na atividade do cotidiano
Em demanda ao progresso.
Aprova-me, no entanto, o propósito ardente
De partilhar contigo o serviço fecundo
Com que amparas a todos os enfermos
Que vivem sob a inércia entre as provas do mundo!

Agradeço-te o lar que me descansa
No calor da ternura em que me aqueço,
Meu veludoso ninho de esperança, 
Meu tesouro sem preço...
Mas deixa-me seguir-te, lado a lado,
No concurso espontâneo, dia a dia,
A fim de que haja abrigo a todos os que passam
Suportando sem teto a chuva e a noite fria!

Rendo-te graças, incessantemente,
Por tudo o que, em teu nome, o caminho me traz,
- A compreensão, a luz, o estímulo, o consolo,
O apoio, a diretriz, a experiência, a paz...
Não me largues, porém, no exclusivismo vão
De tudo o que me dês, ajuda-me, Senhor, 
A dividir também com os outros que te esperam
A mensagem de fé e a esperança de amor!

Chico Xavier - Maria Dolores
Fonte: http://www.mensagemespirita.com.br/mensagem-em-video/25/peticoes-a-jesus-chico-xavier

* CARTA DE ANO NOVO * - Emmanuel / Chico Xavier


Ano Novo é também renovação de nossa oportunidade de aprender, trabalhar e servir...

O tempo, como paternal amigo, como que se reencarna no corpo do calendário, descerrando-nos horizontes mais claros para a necessária ascensão...

Lembra-te de que o ano em retorno é novo dia a convocar-te para execução de velhas promessas, que ainda não tiveste a coragem de cumprir.
Se tens inimigo, faze das horas renascer-te o caminho da reconciliação.

Se foste ofendido, perdoa, a fim de que o amor te clareie a estrada para frente.

Se descansaste em demasia, volve ao arado de tuas obrigações e planta o bem com destemor para a colheita do porvir.

Se a tristeza te requisita, esquece-a e procura a alegria serena da consciência feliz no dever bem cumprido.

Novo Ano... Novo Dia...

Sorri para os que te feriram e busca harmonia com aqueles que te não entenderam até agora.

Recorda que há mais ignorância que maldade, em torno de teu destino.

Não maldigas, nem condenes.

Auxilia a acender alguma luz para quem passa ao teu lado, na inquietude da escuridão.

Não te desanimes, nem te desconsoles.

Cultiva o bom ânimo com os que te visitam, dominados pelo frio do desencanto ou da indiferença.

Não te esqueças de que Jesus jamais se desespera conosco e, como que oculto ao nosso lado, paciente e bondoso, repete-nos de hora a hora:

"Ama e auxilia sempre... Ajuda aos outros, amparando a ti mesmo, porque se o dia volta amanhã, eu estou contigo, esperando pela doce alegria da porta aberta de teu coração... " 
 
Emmanuel;
Médium: Francisco Cândido Xavier;
Do livro: "Vida e Caminho"
Fonte: http://www.espiritbook.com.br/profiles/blog/show?id=6387740%3ABlogPost%3A1991516&xgs=1&xg_source=msg_share_post

Esperança constante (emmanuel)

O pessimismo é uma espécie de taxa pesada e desnecessária sobre o zelo que a responsabilidade nos impõe, induzindo-nos à aflição inútil.

Atenção, sim.
Derrotismo, não.

Para que nos livremos de semelhante flagelo, no campo íntimo, é aconselhável desafixar o pensamento, muitas vezes, colado a detalhes ainda sombrios da estrada evolutiva.

Para que sustente desperto o entendimento, quanto à essa verdade, recordemos as bênçãos que excedem largamente às nossas pequenas e transitórias dificuldades.

É inegável que o materialismo passou a dominar muita gente, perante o avanço tecnológico da actualidade terrestre: contudo existem admiráveis multidões de criaturas, em cujos corações a fé se irradia por facho resplendente, iluminando a construção do mundo novo.

As enfermidades ainda apresentam quadros tristes nos agrupamentos humanos; no entanto, é justo considerar que a ciência já liquidou várias moléstias, dantes julgadas irreversíveis, anulando-lhes o perigo com a imunização e com as providências adequadas.

Destacam-se muitos empreiteiros da guerra, tumultuando colectividades todavia, os obreiros da paz se movimentam em todas as direcções.

Muitos lares se desorganizam; mas outros muitos se sustentam consolidados no equilíbrio e na educação, mantendo a segurança entre os homens.

Grande número de mulheres se ausentam da maternidade; entretanto, legiões de irmãs abnegadas se revelam fiéis ao mais elevado trabalho feminino no Planeta, guardando-se na condição de mães admiráveis no devotamento ao grupo doméstico.

Os processos de violência aumentam, quase que em toda parte; ampliam-se, porém, as frentes de amor ao próximo que os extinguem.

Anotando as tribulações que se desdobram no Plano Físico, não digas que o mundo está perdido.

Enumera as bênçãos de Deus que enxameiam, em torno de ti.

E se atravessas regiões de trevas, que se te afiguram túneis de sofrimento e desolação, nos quais centenas ou milhares de pessoas perderam a noção da luz, é natural que não consigas transformar-te num sol que flameje no caminho para todos, mas podes claramente acender um fósforo de esperança.
Fonte: http://www.espiritbook.com.br/profiles/blog/show?id=6387740%3ABlogPost%3A1993352&xgs=1&xg_source=msg_share_post

Espírita faz estudo 'cientifico' que dá aval a Chico Xavier

Psiquiatra espírita conclui que
cartas do médium são verdadeiras
Pesquisa feita por um núcleo de pesquisas de uma Universidade mineira teria comprovado que as cartas psicografadas por Chico Xavier (foto) eram reais! Será?

A notícia apareceu em dezenas de portais de notícias brasileiros no dia 26 de dezembro de 2014. De acordo com a reportagem, uma pesquisa realizada em parceria com o Núcleo de Pesquisas em Espiritualidade e Saúde (NUPES-UFJF) – liderada pelo psiquiatra Alexander Moreira de Almeida – concluiu que as cartas psicografadas pelo médium Chico Xavier eram reais!

O estudo, que teve início em 2011, teria analisado 13 cartas atribuídas a Jair Presente, morto por afogamento em 1974, na cidade de Americana (SP). O resultado, de acordo com o pesquisador, foi publicado em setembro de 2014 pela revista científica Explore.

As cartas começaram a ser psicografadas por Chico Xavier no mesmo ano da morte de Jair e continuaram até 1979.

Será que essa notícia é real? Seria esse estudo uma prova incontestável da existência da vida após a morte?

Uma coisa que deve ficar bem clara aqui é que o E-farsas não tem a intenção de falar bem ou mal sobre religião, crença ou fé!

O problema ocorre quando alguém resolve tentar misturar fé com ciência. Uma coisa não tem nada a ver com a outra e misturar fé com ciência é um enorme pecado (para ambos os lados)!

Na ciência, é preciso que haja fatos que comprovem (ou que desmintam) aquilo que se queira descobrir. Tudo precisa ser testado e, para que seja comprovado, deve ser documentado de maneira que possa ser reproduzido por outro laboratório em qualquer outra parte do mundo.

Quanto à religião, basta ter fé e acreditar.

Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa!
Nunca, nunca mesmo, tente misturar ciência com religião!

Chico Xavier é uma figura idolatrada por muitos, mas usar de termos científicos para mascarar um estudo que tenta validar sua mediunidade é pura especulação!

Entendido isso, vamos prosseguir analisando o teor da notícia:

A manchete já começa com a falácia do Apelo à Autoridade, onde o autor tenta impor suas ideias se apoiando em alguma autoridade no assunto. No caso, ao inserir o nome do diretor de um núcleo de pesquisas de uma respeitada instituição de ensino, o autor faz com que tudo o que for dito dali em diante se torne uma verdade absoluta.

O doutor que liderou os estudos é um psiquiatra que possui um belo currículo e foi o fundador do NUPES (Núcleo de Pesquisa em Espiritualidade e Saúde da UFJF). De acordo com o Wikipédia, o psiquiatra é filho de família que segue os preceitos do Espiritismo e algumas de suas pesquisas (muitas delas insistem em provar a existência do espírito) já foram contestadas por vários cientistas, como o neurocientista Steven Novella, em seu blog.

O NUPES, pra quem não sabe, é um centro espírita sob a pele de um núcleo de pesquisas pseudocientíficas, conforme explicado aquiaquiaqui, e aqui.

A pesquisa (que é um estudo de caso, conforme afirmado pelo próprio autor) não está disponível (ainda) para download. Portanto, ainda não há como verificar quais os foram os métodos usados para que os pesquisadores chegassem à conclusão de que as cartas psicografadas por Chico Xavier são verdadeiras.

Quais foram os métodos científicos utilizados para a realização desse experimento?

Foram feitos testes de duplo-cego?

Foram feitas revisões em pares do artigo?

Em entrevista (por e-mail) ao UOL, o doutor Alexander disse que o estudo confrontou os dados contidos nas cartas psicografadas com familiares e amigos de Jair Presente que foram entrevistados, assim como documentos (jornais de época) foram checados, além de escritos do Jair Presente e registros em cartórios.

O que não foi questionado nas reportagem: Se o grupo de estudos teve acesso a esses dados depois de quase 30 anos, por que razão Chico Xavier não poderia ter conseguido essas mesmas informações, na época?

Os pesquisadores apenas disseram que não havia como o médium ter acesso a essas informações. E pronto! Temos que, simplesmente, acreditar…

O estudo, segundo o pesquisador, foi publicada na revista científica Explore, da editora holandesa Elsevier, mas não encontramos o artigo no site da editora!

Como bem apontou o jornal O Globo, a pesquisa não comprova que as cartas foram mesmo escritas por alguém que já morreu, mas que as informações ali contidas são verdadeiras. O seja, o foco da pesquisa deveria ser como Chico Xavier teve aceso a essas informações!

Não é possível misturar fé com ciência! Qualquer tentativa nesse sentido é fracasso na certa. O estudo feito pelo núcleo pseudocientífico não comprova que as cartas eram reais, apenas demonstraram que o conteúdo delas possui dados que foram comprovados pela família do morto! Os próprios pesquisadores reconheceram que é muito difícil apurar fatos ocorridos há 20, 30 anos e que, é com isso, podemos concluir que não se pode confiar somente nas nossas recordações!

Uma leitura mais aprofundada sobre isso pode ser feita no excelente artigo escrito por André Luzardo no Blog Cético!

O título original do texto é "Estudo comprovou que as cartas de Chico Xavier eram reais?"  A foto é de divulgação.


Leia mais em http://www.paulopes.com.br/2014/12/espirita-faz-estudo-cientifico-que-da-aval-a-chico-xavier.html#ixzz3NoWQ1Kug
Paulopes informa que reprodução deste texto só poderá ser feita com o CRÉDITO e LINK da origem. 

Carta de Ano Novo (Emmanuel)


Ano Novo é também renovação de nossa oportunidade de aprender, trabalhar e servir.

O tempo, como paternal amigo, como que se reencarna no corpo do calendário, descerrando-nos horizontes mais claros para a necessária ascensão.

Lembra-te de que o ano em retorno é novo dia a convocar-te para execução de velhas promessas, que ainda não tiveste a coragem de cumprir.

Se tens inimigo, faze das horas renascer-te o caminho da reconciliação.

Se foste ofendido, perdoa, a fim de que o amor te clareie a estrada para frente.

Se descansaste em demasia, volve ao arado de tuas obrigações e planta o bem com destemor para a colheita do porvir.

Se a tristeza te requisita, esquece-a e procura a alegria serena da consciência feliz no dever bem cumprido.

Novo Ano! Novo Dia!

Sorri para os que te feriram e busca harmonia com aqueles que te não entenderam até agora.

Recorda que há mais ignorância que maldade, em torno de teu destino.

Não maldigas, nem condenes.

Auxilia a acender alguma luz para quem passa ao teu lado, na inquietude da escuridão.

Não te desanimes, nem te desconsoles.

Cultiva o bom ânimo com os que te visitam, dominados pelo frio do desencanto ou da indiferença.

Não te esqueças de que Jesus jamais se desespera conosco e, como que oculto ao nosso lado, paciente e bondoso, repete-nos de hora a hora:

– Ama e auxilia sempre. Ajuda aos outros, amparando a ti mesmo, porque se o dia volta amanhã, eu estou contigo, esperando pela doce alegria da porta aberta de teu coração.

Fonte: http://www.espiritbook.com.br/profiles/blog/show?id=6387740%3ABlogPost%3A1996051&xgs=1&xg_source=msg_share_post

ANO NOVO - Irmão X / Chico Xavier


Quando o desvelado orientador chegou ao Planeta, encaminhando o aprendiz à experiência nova, o lar estava em festa, na celebração do Ano Novo.
Músicas alegres embalavam a casa, flores festivas enfeitavam a mesa lauta. Riam-se os jovens e as crianças, enquanto os velhos bebiam vinhos de júbilo.
O devotado amigo abraçou o tutelado e falou:
- Nova existência, meu filho, é qual Ano Novo. Enche-se o coração das esperanças mais belas. Troca-se o passado pelo presente. Rejubila-se a alma na oportunidade bendita. Promessas divinas florescem no coração.
O tempo é o tesouro infinito que o Criador concede às criaturas. Não esqueças, todavia, que a concessão de um tesouro é titulo de confiança e toda confiança traduz responsabilidade. Tanto prejudica a obra de Deus o avarento que restringe a circulação dos valores, como o perdulário que os dissipa, olvidando obrigações sagradas.
O tempo, desse modo, é benfeitor carinhoso e credor parcial'>imparcial simultaneamente. Na terra a maioria dos homens não chegou ainda a compreendê-lo.
Os ignorantes perdem-no.
Os loucos matam-no.
Os maus envenenam-no.
Os indiferentes zombam dele.
Os vaidosos confundem-no.
Os velhacos enganam-no.
Os criminosos perturbam-no.
Riem-se dele os pândegos.
Os mentirosos ridicularizam-no.
Os tolos esquecem-no.
Os ociosos combatem-no.
Os tiranos abusam dele.
Os irônicos menosprezam-no.
Os arbitrários dominam-no.
Os revoltados acusam-no.
Aproveitam-no os trabalhadores fiéis.
O tempo, contudo, meu filho, pertence ao Senhor e ninguém pode subverter a ordem de Deus.
É por isso que, ao fim da existência, cada um recebe conforme usou o divino patrimônio.
Vale-te, pois, da oportunidade nova, sem olvidares o dever, convicto de que ninguém falará ou agirá no mundo, em vão.
O homem precipita-se. O tempo espera. O primeiro experimenta. O segundo determina.
Se atingires a alegria de recomeçar, alcançarás, igualmente, o dia de acertar.
Lembra-te de que o tempo ensinará aos ignorantes.
Anulará os loucos.
Envenenará os maus.
Zombará dos indiferentes.
Confundirá os vaidosos.
Esclarecerá os velhacos.
Perturbará os criminosos.
Surpreenderá os pândegos.
Ridiculizará os mentirosos.
Corrigirá os tolos.
Combaterá os ociosos.
Ferirá os tiranos.
Menosprezará os irônicos.
Prenderá os arbitrários.
Acusará os revoltados.
Compensará os trabalhadores fieis.
Calou-se o venerável ancião.
Havia risos à mesa doméstica expectativa no candidato à reencarnação, sorrisos paternais no velhinho experiente.
O sábio abraçou novamente o discípulo e despediu-se rematando:
- Não te esqueças de que o tempo é generoso nas concessões e justo nas contas. Vai, porém, meu filho, e não temas.
Nesse instante, à maneira do homem, cheio de esperanças, que penetra o Ano Novo, o aprendiz reingressou na onda do nascimento. 
  
Do livro: "Pontos e Contos"
Médium: Francisco Cândido Xavier
Espírito: Irmão X
Fonte: Centro Espírita No Caminho da Luz
Fonte: http://www.espiritbook.com.br/profiles/blog/show?id=6387740%3ABlogPost%3A1994831&xgs=1&xg_source=msg_share_post