sexta-feira, 15 de agosto de 2014

PINGOS DA VERDADE - Lucídio Freitas / Chico Xavier


Não temperes de azedume
O prato simples do bem;
Nunca se viu amargura
Auxiliar a ninguém.

A caridade perdoa
Todo o mal, seja qual for;
Na própria lama em que passa
Modela ninhos de flor.

Ensino em todos os planos,
Exposto numa só voz:
Não servindo para os outros,
Não servimos para nós.

Perante a prisão de ferro,
Prisão de amor é mais forte;
O ferro a lima desfaz,
Amor, porém, nem a morte.

Quem diz que tudo já sabe,
Que atingiu toda a cultura,
Está no primeiro embalo
Da queda para a loucura.

A vida é uma grande escola.
Dos outros ninguém se ria.
Toda lição tem exame,
Cada qual tem o seu dia.

pelo Espírito Lucídio Freitas - Do livro: Paz e Alegria, Médium: Francisco Cândido Xavier - Espíritos Diversos.
Fonte: CACEF

Sem comentários:

Enviar um comentário