sexta-feira, 23 de maio de 2014

O SOPRO DOS ESPÍRITOS

Os Espíritos do Bem sopram onde quer que se encontrem seres encarnados.
Assim como eles podem descer até as cavernas que servem de esconderijos aos assassinos e soprar-lhes boas ideias ao pensamento, com o propósito de subtraí-los à vida do crime, podem também ditar conteúdos positivos e esclarecedores aos médiuns com os quais estão acostumados a trabalhar, ou então com médiuns com os quais nunca trabalharam, mas lhes oferecem boas condições de receptividade.

Os Espíritos do Bem podem inspirar os fiéis das diferentes religiões. Não se exclua a possibilidade de inspirarem também pessoas que não professam religião nenhuma.
Eles não são propriedades deste ou daquele, pois trabalham a serviço do engrandecimento moral da humanidade; não se fazem de rogados e marcam presença onde lhes apraz. Não é regra básica que revelem seus nomes, assim como podem escrever, aparecer, falar, pintar e compor músicas através de médiuns diferentes.

O cuidado que devemos ter é o de analisar o teor das comunicações. Isso é fundamental.
O veneno do egoísmo, do orgulho, da dureza de pensamentos e sentimentos vem se infiltrando no Espiritismo.
Desta maneira, fornece-se pasto para a discórdia. A luz fica nublada por palavras impensadas.

Depende muito dos leitores avaliarem e ajudarem a dissipar as trevas que ameaçam tolher a beleza das comunicações, a nos trazerem conhecimentos.
Cuidado com elogios capazes de introduzir os médiuns em searas individualistas que patrocinam ilusões descabidas.
Médiuns famosos e conceituados são passíveis de absorverem as energias descompensadas dos aduladores.

Desejamos mesmo contribuir para com a divulgação honesta e abrangente do Espiritismo, acalentador dos ensinos de Jesus?
Então, estudemos, avaliemos e fiquemos longe de comentários pueris.
Considerando estas verdades, tenhamos a certeza que o Bem, através de seus Legítimos Representantes, é como o pólen que se esparrama na superfície da Terra, levado pelas abelhas, pelas borboletas e pelo vento. É também como as sementinhas disseminadas pelos pássaros, tanto em áridos como em férteis terrenos. Assim foi, é e será sempre.
Acalmem-se os ânimos e considerem a positividade das comunicações, deixando de dar tanta importância a nomes de espíritos e de locais.

Valorizar o que é bom e sublime, evitando contendas, é agradável ao Senhor.
A paz e a harmonia envolvam a todos.

- Um Espírito Amigo
Psicografia: Maria Nilceia
06/04/2014

Sem comentários:

Enviar um comentário