quinta-feira, 17 de abril de 2014

LIVRE-SE DOS RANCORES


Guardar rancores adoece, amarga e apodrece.
Guardar rancores separa grandes amores,
destrói grandes amizades,
seja no interior ou em grandes cidades.
Guardar rancores deixa seu entusiasmo no chão.
Estando você certo ou não, a única solução é o perdão,
que lava a alma e devolve sua motivação
e a alegria de estar bem pertinho novamente de seu companheiro, amigo ou irmão.
Guarda rancores quem já caiu na armadilha do orgulho,
quem – por descuido – deixou coisas preciosas guardadas no meio do entulho, jogadas ao vento, sem pensar ao menos por um momento
que mais tarde cairia no arrependimento,
restando apenas para si o lamento.
Mas quem deixa o rancor de lado
já está pensando fora do quadrado,
numa sociedade de corações gelados,
onde errado virou o certo e o certo virou errado.
Por isso, não se deixe levar pelo pensamento alheio,
seja forte, independentemente do meio,
assumindo sua própria identidade de peito aberto e sem receio,
em busca de reconstruir o que já parecia morto e perdido,
trazendo para perto até quem lhe fez se sentir iludido,
mesmo que tenha sido de propósito ou por um simples mal entendido.
Deixe o rancor de lado.
Deixe o orgulho de lado.
Saia dessa teia.
Volte a respirar fundo e a sentir a doçura de uma vida livre de culpas ou acusações.
Simplesmente perdoe.
E faça isso o mais rápido possível.
Por Flávio Augusto
Blog "Geração de Valor"

Sem comentários:

Enviar um comentário