terça-feira, 31 de janeiro de 2012

O TITULO DO LIVRO 50 ANOS

Depois se refere ao período de tempo passado entre a morte de Lentulus em Pompéia e sua encarnação seguinte. O senador retornou ao mundo material como o escravo Nestório, justamente o tipo de homem que o senador tanto prejudicou antes de perceber a verdade das palavras de Jesus.
Nascido na Grécia, mas de origem judia, Nestório tinha grande cultura e, depois de ter sido escravizado, foi comprado por uma família rica de Roma, passando a trabalhar como professor. Ele também era cristão e, segundo conta a história psicografada, participou das pregações evangélicas do apóstolo João Evangelista, em Éfeso. Foi preso por participar das reuniões secretas de cristãos realizadas nas catacumbas das cidades, e foi condenado à morte violenta.
Reencarnou novamente, por volta do ano 217, como Quinto Varro, romano seguidor dos ensinamentos de Jesus e defensor dos ideais de liberdade. Revoltou-se contra as condições em que as classes menos privilegiadas de Roma tinham de viver, mas percebeu que um novo mundo estava para surgir. Assumiu a identidade de Irmão Corvino ao saber de uma conspiração para matá-lo. Quando finalmente foi preso, foi condenado à decapitação, mas a pena foi suspensa e ele morreu lentamente na prisão. Sua encarnação seguinte ocorreu onze anos após, com o nome de Quinto Celso, que também sofreu o martírio no circo, morrendo queimado aos catorze anos.
Uma das encarnações muito comentadas de Emmanuel foi como o Padre Manoel da Nóbrega, figura importante na história do Brasil. No entanto, ele apenas revelou ter sido de fato o padre Manoel da Nóbrega numa sessão realizada em 1949. Parte da mensagem psicografada dizia: "O trabalho de cristianização, irradiado sob novos aspectos do Brasil, não é novidade para nós. Eu havia abandonado o corpo físico em dolorosos compromissos no século XV, na Penínsuula, onde nos devotávamos ao 'crê ou morre', quando compreendi a grandeza do País que nos acolhe agora. Tinha meu espírito entediado de mandar e querer sem o Cristo. As experiências do dinheiro e da autoridade me haviam deixado a alma em profunda exaustão. Quinze séculos haviam decorrido sem que eu pudesse imolar-me por amor do Cordeiro Divino, como o fizera, um dia, em Roma, a companheira do coração. Vi a floresta perder-se de vista e o património extenso entregue ao desperdício, exigindo o retorno à humanidade civilizada e, entendendo as dificuldades do silvícola relegado à própria sorte. Nos azares e aventuras da terra dadivosa que parecia sem fim, aceitei a sotaina, de novo, e por Padre Nóbrega conheci de perto as angústias dos simples e as aflições dos degredados. Intentava o sacrifício pessoal para esquecer o fatídico mundano e o desencanto de mim mesmo, todavia, quis o senhor que, desde então, o serviço americano e, muito particularmente, o serviço ao Brasil não me saísse do coração. A tarefa evangelizadora continua. A permuta de nomes não importa. Cremos no reino Divino e pugnamos pela ordem cristã. Desde que conheçamos a governança e a tutela de Cristo, o nome de quem ensina ou de quem faz não altera o programa".
Reencarnado na vila portuguesa de Sanfins, em 18 de Outubro de 1517, o padre ficou conhecido como "o primeiro apóstolo do Brasil", para onde veio em 1549, na companhia de Tomé de Souza. Ele desencarnou em 1570 e renasceu cinquenta anos depois, na Espanha, onde foi o padre Damiano, que lutou contra os mercadores de escravos.
Era inevitável que aqueles que não reconhecem a medi unidade de Chico Xavier, ou até mesmo a noção da reencarnação, levantassem dúvidas quanto à veracidade dos relatos e mensagens obtidas pelo médium mineiro. Entretanto, costuma-se citar como prova de que Publius Lentulus realmente existiu e conheceu Jesus uma carta que teria sido encontrada nos arquivos do Duque Cesari, de Roma - documento que, segundo se diz, faz parte da biblioteca da Ordem dos Lazaristas de Roma. Segundo se diz, trata-se de uma inscrição feita em folha de cobre, encontrada no interior de um vaso de mármore. A carta teria sido escrita por Publius Lentulus - senador romano, governador da Judeia, e predecessor de Pôncio Pilatos - e endereçada ao imperador romano Tibério César. Nela, a pedido do imperador, que desejava saber de quem se tratava essa pessoa de quem tanto se falava, Lentulus descreve Jesus.
O texto da carta que vem sendo divulgado diz: "Sabendo que desejas conhecer quanto vou narrar, existe nos nossos tempos um homem, o qual vive actualmente de grandes virtudes, chamado Jesus, que pelo povo é inculcado o profeta da verdade, e os seus discípulos dizem que é o filho de Deus, criador do céu e da terra e de todas as coisas que nela se acham e que nela tenham estado. Em verdade, ó César, cada dia se ouvem coisas maravilhosas desse Jesus: ressuscita os mortos, cura os enfermos, em uma só palavra. É um homem de justa estatura e é muito belo no aspecto. Há tanta majestade em seu rosto, que aqueles que o vêem são forçados a amá-lo ou temê-lo. Tem os cabelos da cor da amêndoa bem madura; são distendidos até as orelhas, e das orelhas até as espáduas, são da cor da terra, porém mais reluzentes. Tem no meio de sua fronte uma linha separando os cabelos, na forma em uso pelos nazarenos. O seu rosto é cheio, o aspecto é muito sereno. Nenhuma ruga ou mancha se vê em sua face, de uma cor moderada. O nariz e a boca são irrepreensíveis. A barba é espessa, mas semelhante aos cabelos, não muito longa, separada pelo meio. Seu olhar é muito afectuoso e grave; tem os olhos expressivos e claros. O que surpreende é que resplandecem no seu rosto como os raios do sol, porém ninguém pode olhar fixo o seu semblante, porque quando resplende, apavora, e quando ameniza, faz chorar.
Faz-se amar e é alegre com gravidade. Diz-se que nunca ninguém o viu rir, mas, antes, chorar. Tem os braços e as mãos muito belos. Na palestra, contenta muito, mas o faz raramente e, quando dele se aproxima, verifica-se que é muito modesto na presença e na pessoa. É o mais belo homem que se possa imaginar, muito semelhante à sua mãe, a qual é de uma rara beleza, não se tendo jamais visto por estas partes uma mulher tão bela. Porém, se a Majestade Tua, ó Cesar, deseja vê-lo, como no aviso passado escreveste, dá-me ordens, que não faltarei de mandá-lo o mais depressa possível. De letras, faz-se admirar de toda a cidade de Jerusalém; ele sabe todas as ciências e nunca estudou nada. Ele caminha descalço e sem coisa alguma na cabeça. Muitos se riem, vendo-o assim, porém em sua presença, falando com ele, tremem e admiram. Dizem que um tal homem nunca fora ouvido por estas partes. Em verdade, segundo me dizem os hebreus, não se ouviram, jamais, tais conselhos, de grande doutrina, como ensina este Jesus. Muitos judeus o têm como divino e muitos me querelam, afirmando que é contra a lei de Tua Majestade. Eu sou grandemente molestado por estes malignos hebreus. Diz-se que este Jesus nunca fez mal a quem quer que seja, mas, ao contrário, aqueles que o conhecem e com ele têm praticado, afirmam ter dele recebido grandes benefícios e saúde, porém à tua obediência estou prontíssimo: aquilo que Tua Majestade ordenar será cumprido. Vale, da Majestade Tua, fidelíssimo e obrigadíssimo. Publius Lentulus, presidente da Judeia".
É verdade que nem todos, espíritas ou não, concordam que essa suposta carta realmente exista ou que ela tenha sido escrita pelo Publius Lentulus ao qual Emmanuel se referiu. Na verdade, não se tem notícias mais concretas sobre a descoberta dessa carta, ou mesmo sobre qualquer análise ou datação histórica do suposto documento.
Para o Espiritismo, o mais importante é o que se encontra nas mensagens que Emmanuel deixou para todos, por meio das psicografias de Chico Xavier, e que têm trazido tantas ideias positivas para a humanidade

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

FRASES DE CHICO XAVIER

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.

A gente pode morar numa casa mais ou menos, numa rua mais ou menos, numa cidade mais ou menos, e até ter um governo mais ou menos.

A gente pode dormir numa cama mais ou menos, comer um feijão mais ou menos, ter um transporte mais ou menos, e até ser obrigado a acreditar mais ou menos no futuro.

A gente pode olhar em volta e sentir que tudo está mais ou menos...

TUDO BEM!

O que a gente não pode mesmo, nunca, de jeito nenhum...
é amar mais ou menos, sonhar mais ou menos, ser amigo mais ou menos, namorar mais ou menos, ter fé mais ou menos, e acreditar mais ou menos.

Senão a gente corre o risco de se tornar uma pessoa mais ou menos.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

ALGUMAS FRASES DE CHICO XAVIER

Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocarmos nela, corre por nossa conta."
Deixe algum sinal de alegria, onde passes."
 

"A criança desprotegida que encontramos na rua não é motivo para revolta ou exasperação, e sim um apelo para que trabalhemos com mais amor pela edificação de um mundo melhor."
 

"A desilusão de agora será benção depois."
 

"A verdade que fere é pior do que a mentira que consola."
 

"Agradeço todas as dificuldades que enfrentei; não fosse por elas, eu não teria saído do lugar. As facilidades nos impedem de caminhar. Mesmo as críticas nos auxiliam muito."
 

"Fico triste quando alguém me ofende, mas, com certeza, eu ficaria mais triste se fosse eu o ofensor... Magoar alguém é terrível!"
 

"Quem é perseguido, muitas vezes ainda consegue ir adiante, principalmente se estiver sendo perseguido de maneira injusta, mas quem persegue não sai do lugar."
 

"Não exijas dos outros qualidades que ainda não possuem."
 

"Sonhos não morrem, apenas adormecem na alma da gente."


segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

ESPIRITUALISMO VERSUS ESPIRITISMO

Para que haja concordância sobre Doutrina Espírita, ressalvadas as características e particularidades de nossas línguas, temos diferenças a esclarecer entre Espiritismo e Espiritualismo:
Espiritismo => É uma doutrina que trata da natureza, da origem e do destino dos Espíritos e de suas relações com a vida material. Foi revelada por Espíritos Superiores e codificada (organizada) em 1857, pelo professor francês conhecido por Hippolyte Léon Dinizard Rivail que, após a codificação, para publicá-la, assumiu o nome de Allan Kardec.

Surgiu na França, há mais de um século. Constitui em si três aspectos fundamentais: filosofia, ciência e religião (moral cristã).

Os adeptos da Doutrina Espírita são os espíritas e suas práticas se baseiam no estudo das obras básicas da Codificação e na assistência social e espiritual aos necessitados.

O Espiritismo possui cinco princípios básicos, de onde procedem todas as suas práticas:

1 - A existência do Espírito e sua sobrevivência após a morte;

2 - A reencarnação;

3 - A lei de causa e efeito;

4 - A comunicação entre o mundo material e espiritual;

5 - A evolução progressiva dos Espíritos.

Tais princípios estão contidos na Bíblia e nas cinco obras básicas da Codificação, que os analisa de maneira racional e interessante, quais sejam:

- O LIVRO DOS ESPÍRITOS (1857)[1];

- O LIVRO DOS MÉDIUNS (1861)[2];

- O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO (1864)[3];

 - O CÉU E O INFERNO (1865)[4];

- A GÊNESE (1868)[5].





[1]  Obra de caráter filosófico. É considerada a espinha dorsal do Espiritismo, já que todas as outras obras são desdobramentos de seus princípios.

 [2] Obra que demonstra as consequências morais e filosóficas decorrentes das relações entre o mundo material e espiritual.

 [3] Obra que apresenta a parte religiosa e moral da Doutrina Espírita. Ensina a moral cristã através de comentários sobre as principais passagens da vida de Jesus Cristo.

[4] Obra que apresenta a verdadeira face do desejado Céu, do temido Inferno, como também do chamado Purgatório. Põe fim às penas eternas, demonstrando que tudo no universo evolui.

[5] Mostra como foi criado o mundo, como apareceram as criaturas e como é o Universo. É a parte científica da Doutrina. Explica a Criação, colocando a Ciência e a Religião face a face.



Espiritualismo => São doutrinas e/ou religiões que professam valores espirituais, apoiadas em outras fontes do conhecimento bíblico, filosófico ou doutrinário, diferentes dos valores morais apresentados pelos espíritos na Codificação Espírita (organizada por Kardec). Exemplo: Religiões de matrizes africanas; ayahuasca (daime); hinduísmo; budismo; etc.

Portanto, Espiritismo é diferente de Espiritualismo, apesar de apresentarem alguns pontos em comum.

Desta forma, é espírita quem segue o Espiritismo. Exemplo: Chico Xavier é espírita. Ele é espírita não por ser médium, mas por seguir e produzir as orientações espirituais com base nas Obras Espíritas codificadas por Kardec.

domingo, 22 de janeiro de 2012

A ALMA DO MUNDO

Publicado em setembro 24, 2011 por Claudia Michepud Rizzo

Chico Xavier
Quando você conseguir superar graves problemas de relacionamentos, não se detenha na lembrança dos momentos difíceis, mas na alegria de haver atravessado mais essa prova em sua vida.
Quando sair de um longo tratamento de saúde, não pense no sofrimento que foi necessário enfrentar, mas na benção de Deus que permitiu a cura.
Leve na sua memória, para o resto da vida, as coisas boas que surgiram nas dificuldades.
Elas serão uma prova de sua capacidade, e lhe darão confiança diante de qualquer obstáculo.
Uns queriam um emprego melhor; outros, só um emprego.
Uns queriam uma refeição mais farta; outros, só uma refeição.
Uns queriam uma vida mais amena; outros, apenas viver.
Uns queriam pais mais esclarecidos; outros, ter pais.
Uns queriam ter olhos claros; outros, enxergar.
Uns queriam ter voz bonita; outros, falar.
Uns queriam silêncio; outros, ouvir.
Uns queriam sapato novo; outros, ter pés.
Uns queriam um carro; outros, andar.
Uns queriam o supérfluo; outros, apenas o necessário.
Há dois tipos de sabedoria: a inferior e a superior.
A sabedoria inferior é dada pelo quanto uma pessoa sabe e a superior é dada pelo quanto ela tem consciência de que não sabe.
Tenha a sabedoria superior. Seja um eterno aprendiz na escola da vida.
A sabedoria superior tolera, a inferior julga; a superior alivia, a inferior culpa; a superior perdoa, a inferior condena.
Tem coisas que o coração só fala para quem sabe escutar!




sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

ALGUMAS FRASES DE CHICO XAVIER

Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocarmos nela, corre por nossa conta." "Deixe algum sinal de alegria, onde passes."
"A criança desprotegida que encontramos na rua não é motivo para revolta ou exasperação, e sim um apelo para que trabalhemos com mais amor pela edificação de um mundo melhor."
"A desilusão de agora será benção depois."
"A verdade que fere é pior do que a mentira que consola."
"Agradeço todas as dificuldades que enfrentei; não fosse por elas, eu não teria saído do lugar. As facilidades nos impedem de caminhar. Mesmo as críticas nos auxiliam muito."
"Fico triste quando alguém me ofende, mas, com certeza, eu ficaria mais triste se fosse eu o ofensor... Magoar alguém é terrível!"
"Quem é perseguido, muitas vezes ainda consegue ir adiante, principalmente se estiver sendo perseguido de maneira injusta, mas quem persegue não sai do lugar."
"Não exijas dos outros qualidades que ainda não possuem."
"Sonhos não morrem, apenas adormecem na alma da gente."

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

A PRECE

A oração não será um processo de fuga do caminho que nos cabe percorrer, mas constituirá uma abençoada luz em nossas mãos,clareando-nos a marcha.

Não representará uma porta de escape ao sofrimento regenerativo de que ainda carecemos, mas expressará um bordão de arrimo, com o auxílio do qual superamos a ventania da adversidade, no rumo da bonança.

Não será um privilégio que nos exonere da enfermidade retificadora, ambientada em nosso próprio templo orgânico pela nossa incúria e pela nossa irreflexão, no abuso dos bens do mundo, entretanto, comparecerá por remédio balsamisante e salutar, que nos renove as energias, em favor de nossa cura.

Não será uma prerrogativa indébita que nos isente da luta humana, imprescindível ao nosso aperfeiçoamento individual, todavia, brilhará em nossa experiência por sublime posto de reabastecimento espiritual, susceptível de garantir-nos a resistência e o valor na tarefa de renunciação e sacrifício em que nos cabe perseverar.

Não será uma outorga de recursos para que os nossos caprichos pessoais sejam atendidos, no jardim de nossas predileções afetivas,contudo, será uma dispensação de forças para que possamos tolerar galhardamente as situações mais difíceis, diante daqueles que nos desagradam, em sociedade ou em família, ajudando-nos, pouco a pouco, a edificar o santuário da verdadeira fraternidade, no próprio coração, em cujos altares amealharemos o tesouro da paz e do discernimento.

Ainda mesmo que te encontres no labirinto quase inextrincável das provações inflexíveis, ainda mesmo que a tua jornada se alongue sob o granizo da discórdia e da incompreensão, em plena sombra,

Cultiva a prece, com a mesma persistência a que te induzas na procura da água para a sede e do pão para a fome do corpo.

Na dor, ser-te-á divino consolo, na perturbação constituirá tua bússola.

Não olvides que a permanência na Terra é uma simples viagem educativa de nossa alma, no espaço e no tempo, e não te esqueças de que somente pela oração, descobriremos, cada dia, o rumo que nos conduzirá de retorno aos braços amorosos de Deus.
Emmanuel

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

INSTITUTO CHICO XAVIER LANÇARÁ EM FEVEREIRO UM CLUBE DE LIVRO ESPIRITA

O Instituto Beneficente Chico Xavier lançará, em fevereiro, um Clube de Livro Espírita. O objetivo deste projeto será exclusivamente a divulgação da Doutrina Espírita, e toda renda arrecadada será revertida em prol da entidade.
O valor mensal para participar desta atividade é de R$14. Mediante o pagamento da mensalidade, o associado receberá, em sua residência ou em local indicado, um livro por mês, que poderá ser romance, estudo ou autoajuda, previamente escolhido por uma equipe, que criteriosamente analisará os livros de acordo com os ensinamentos da Doutrina Espírita.

A primeira obra, que fará parte do projeto no mês de fevereiro, será "Tensão Emocional" do escritor, palestrante e articulista, Orson Peter Carrara.

O autor se inspirou na mensagem psicografada de Chico Xavier para escrever o livro, que traz temas como desajustes emocionais, estress, mágoa, ressentimento, entre outros.

Quem quiser fazer parte do Clube do Livro Espírita do Instituto Chico Xavier, pode entrar em contato pelo e-mail contato@institutochicoxavier.com, com Rita, ou se inscrever diretamente pelo site da entidade.
Fonte: Instituto Chico Xavier

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

A FONTE INTERIOR de Kathleen Vande Kieft

Impossível descrever a grandeza, a riqueza do conteúdo deste livro. Tudo que tenho estudado sobre a busca interior, todo o embasamento filosófico que permeia minha vida, está contido nele. Ele está simplesmente abrindo meus caminhos para o autoconhecimento... está me trazendo respostas do mais profundo do meu ser. A reforma íntima que tanto buscava, é regida por seus ensinamentos e exercícios. De tão bom, faço leituras em voz alta para o meu namorado, que é um preguiçoso e tanto para ler. No final das contas, achei que seria maçante demais tentar ler o livro inteiro para ele... para minha surpresa, todas as noites ele me pede para ler ao menos um capítulo. Maravilhoso... não tem como descrever tamanha sabedoria!
INTRODUÇÃO
Todos nós já ouvimos falar sobre canalização, sobre sintonia com fontes de conhecimento. Pela primeira vez, entidades antigas e possivelmente desencarnadas estão se dirigindo a nós em programas de entrevistas em redes de TV e nas páginas dos best-sellers. É algo misterioso, oculto, glamuroso, irresistível - mas não no tema deste livro.
O que desejo compartilhar com você é uma experiência pessoal de canalização - uma forma de conhecimento intuitivo que emerge do divino que existe dentro de você mesmo. Às vezes chamado de Eu Superior, Eu Divino, professor Interno ou Voz Interior, esse canal não é o de uma entidade desencarnada, mas de seu próprio eu expandido.
Embora eu não conteste que "contatos espirituais" são possíveis e potencialmente benéficos, acredito que a fonte mais infalível de sabedoria encontra-se nas profundezas de cada espírito humano. É o espectro divino ou super consciente de nós mesmos que emerge para supervisionar nossa evolução.
Essa forma intuitiva de saber revela-se totalmente nossa. Como um sistema direcional de orientação, ela nos dirige, com amor e paciência, para o caminho do mais elevado crescimento. E mais - ela pode ser descoberta e desenvolvida por meio de nossa sincera intenção.
Como a maioria de nós, no final do século 20, rapidamente admitirá, a vida é precária e torna-se cada vez pior. Como espécie, lutamos pela sobrevivência. Como indivíduos, passamos a maior parte do tempo apenas pagando as contas e tentando entender um pouquinho nossa existência.
Em minha própria experiência, sempre fui motivada por um intenso desejo de entender o verdadeiro significado da vida humana - de encontrar uma chave, talvez, com a qual eu pudesse abrir todas as portas do conhecimento. A complexidade e a afluência da vida civilizada americana me perturbavam e me impeliam a procurar mais longe, sob o verniz do materialismo. Eu sentia que tentava espiar além da superfície das coisas para, eventualmente, perceber o que de fato acontecia.
Dentro desse quadro, eu era uma moça séria e estudiosa do Meio-Oeste. Fui criada no subúrbio de Detroit, por pais originários do Estado de Iowa, protestantes fervorosos. Aos 14 anos, conhecia quase toda a Bíblia de cor.
Apesar de me sentir atraída pelas profundas mensagens de Cristo, eu ainda era incapaz de encontrar um sentido pessoal de espiritualidade dentro dos limites da Igreja. Num ato de típica rebelião do adulto jovem, abandonei o cristianismo para seguir um mestre espiritual da Índia. Desisti da carne, sexo, álcool e drogas em favor de Deus. Levantava-me às 4 horas da madrugada para meditar por duas horas e meia. Ou tentava.
Depois de alguns anos, até mesmo essa nova disciplina me deixou em dúvida. Eu chegara a um nível pessoal um tanto assustador, pois sentia que precisava abandonar todos os dogmas religiosos e seguir em frente armada apenas com os impulsos indefinidos de uma convicção interna. Então, como se estivesse me atirando de um rochedo, larguei todas as minhas estruturas de crença e pedi ao universo para me amparar com as mãos da verdade amorosa.
Isso me traz à história que conto no livro e a como esse desejo foi atendido.

Em minha busca por compreensão, abriu-se uma porta mágica dentro de mim. para minha surpresa, vi-me diante da plena sabedoria do universo. Descobri que essa força era profundamente compassiva e infinitamente sábia, e que estava sempre disponível - era um modo de consciência constante.
Percebi que essa força constitui uma forma individual de revelação super consciente, um direito nosso por nascença. Todos podem canalizar. Todos podem aprender a ter acesso à fonte ilimitada que jaz em seu interior.
Será esta uma nova forma de experiência religiosa? Não creio. Mas é algo tão antigo como a Gita, a Bíblia ou o Corão... Uma chave para o autoconhecimento pedindo para ser novamente descoberta, desta vez pelo homem tecnológico. os grandes mestres sempre ensinaram que a essência de Deus está dentro de cada um de nós. Quando perguntaram a Buda quem ele era, a resposta foi: "Eu estou desperto" "Conhece-te a ti mesmo" era a ordem básica de Socrates "Bata e se abrirá", aconselhava Jesus.
O que compartilho com você nestas páginas são meios de entrar em contato com seu Eu Superior ou Divino. meios de conseguir acesso aos níveis de você mesmo que talvez ainda estejam dormentes. Meios de trazer o conhecimento de volta para ser rapidamente captado. Meios de descobrir seu próprio canal interior.
Mesmo que você não pretenda se transformar num Ramtha, num Lazaris ou num Kevin Ryerson, com toda certeza deseja descobrir o infinito espectro que existe e seu interior. Você pode encontrar uma fonte de sabedoria para iluminar as complexidades da vida - para guia-la através da variedade de mestres, gurus, técnicas e previsões e para revelar-lhe sua própria verdade mais elevada.

SUMÁRIO

PRÓLOGO: A FONTE INTERIOR REVELADA
PARTE I: O FENÔMENO FONTE INTERIOR
Capítulo 1: O Alvorecer de uma Nova Era
Capítulo 2: O Fenômeno Fonte Interior
Capítulo 3: A Viagem Mágica
Capítulo 4: Realidade Consciente

PARTE II: PERCEBENDO AS ENERGIAS SUTIS
Capítulo 5: O Que Está Realmente Acontecendo?
Capítulo 6: Abra A Porta Para Seu Sexto Sentido
Capítulo 7: Meditação: A Fonte da Fonte
Capítulo 8: O Corpo Energético
Capítulo 9: Assuma o Controle

PARTE III: VOCÊ É O CANAL
Capítulo10: Por Que Canalizar
Capítulo 11: Você Pode Canalizar
Capítulo 12: A Sintonia Fina da Recepção
Capítulo 13: Sonho: O Gigante Adormecido
Capítulo 14: As Novas Vias do Conhecimento

PERTE IV: A FONTE INTERIOR EM SUA VIDA
Capítulo 15: Seu Caminho Para o Poder
Capítulo 16: As Leis da Manifestação
Capítulo 17: Relacionamentos Edificantes
Capítulo 18: Estilos de Vida
Capítulo 19: Saúde e Beleza
Capítulo 20: Dissolva os Problemas
Capítulo 21: A Criatividade Despertada
Capítulo 22: A Força do Grupo

EXERCÍCIOS
1 - O Diário
2 - A Atenção no Presente
3 - Novos Olhos
4 - Treinamento da Percepção
5 - Percepção Intuitiva
6 - Meditação Básica
7 - Meditação com Vela
8 - O Cristal da Meditação
9 - Percepção da Bioenergia
10 - Ligação com a Terra
11 - Circulação de Energia
12 - Limpeza do Chacras
13 - Irradiando Luz
14 - Invoque uma Abertura
15 - Conheça seu Eu Interior
16 - Canalização Escrita
17 - Esclarecimentos Canalizados
18 - Canalização Falada
19 - Represente seu Sonho
20 - Programação de Sonhos
21 - Radiestesia com Pêndulo
22 - Radiestesia Quantitativa
23 - Radiestesia às Cegas
24 - Alinhamento do Núcleo
25 - Esta É Sua Vida
26 - Busca da Visão
27 - Afirme Sua Visão
28 - Um Tiro na Estrela
29 - Reprogramação Afirmativa
30 - Recebendo Amor
31 - Abrindo o Coração
32 - Resolução de Conflitos
33 - Esclarecendo a Intenção
34 - Frente a Frente
35 - Comungue com o Espaço
36 - Limpeza das Energias Ambientais
37 - Abençoando Seu Espaço
38 - Teste Muscular
39 - Energização
41 - Assimilação de Cores
42 - OM
43 - Modulação
44 - Meditação com a Luz Curadora
45 - Meditação no Altar
46 - A Respiração Que Resolve
47 - Solução de Problemas Durante o Sono
48 - Mexa-se!
49 - Ponha Cores em Sua Vida
50 - Grupo de Círculo
51 - Sinergia de Luz
52 - Canalização em Grupo

* Uma dica : o livro não é uma publicação recente, portanto não se encontra com facilidade nas livrarias.